Saída do Reino Unido da UE está longe de acabar pois pacto é limitado, diz autor de livro sobre Brexit

Foto: Peter Nicholls/Reuters Acadêmico ítalo-britânico Justin Orlando Frosini afirma que acordo deixa questões vitais em aberto 01 de janeiro de 2021 | 13:30 mundo

O acordo que vai regular a nova relação entre Reino Unido e União Europeia saiu uma semana antes do fim do prazo e passa a valer a partir desta sexta-feira (1º), mas o brexit está longe de terminar.

Para o ítalo-britânico Justin Orlando Frosini, 49, professor de direito público comparado da Universidade Luigi Bocconi, em Milão, o acordo anunciado em 24 de dezembro é limitado, deixou diversas questões sem detalhes e, por isso, ainda haverá muitas discussões sobre a separação.

E, se a obtenção de um documento final dentro do prazo representa uma vitória simbólica para o premiê britânico, Boris Johnson, artífice do brexit desde a campanha para o referendo de 2016, não é possível apontar um vencedor entre Reino Unido e União Europeia.

“Não há vencedores. Se analisarmos ponto por ponto, setor por setor, parece-me que a União Europeia conseguiu mais coisas, e o Reino Unido precisou ceder em muitos pontos. Mas, para o bloco, tudo isso não é positivo, é a perda de um membro importante”, afirma Frosini, autor do livro “Da Soberania do Parlamento à Soberania do Povo – A Revolução Constitucional do Brexit”, lançado em julho.

À Folha, em entrevista concedida em dois telefonemas, um antes do acordo, em 16 de dezembro, e outro depois, no último dia 26, ele também compara a atuação de Boris na condução do brexit e da pandemia.

Folha de S. Paulo Voltar para a página inicial

Fonte: politicalivre.com.br/2021/01/saida-do-reino-unido-da-ue-esta-longe-de-acabar-pois-pacto-e-limitado-diz-autor-de-livro-sobre-brexit