Trump insiste em dizer que venceu ‘nos votos legais’ e que democratas ‘tentam roubar’

Foto: Reprodução O presidente dos EUA, Donald Trump 05 de novembro de 2020 | 21:10 mundo

O presidente Donald Trump, candidato à reeleição, falou em pronunciamento na noite desta quinta-feira, 5, que, se a apuração considerar apenas os “votos legais”, ele seria o vencedor da eleição. Sem apresentar provas, afirmou que caso se considerem os votos que chegaram depois, por correio, perderia, acusando os democratas de tentarem “roubar a eleição”.

“As pesquisas eram ridículas. Não há uma ‘onda azul’ como eles previam mas, sim, uma ‘onda vermelha’”, disse o presidente.

Ele destacou também a predominância do partido republicano no Senado. Também falou do grande número de mulheres eleitas no partido e diz que é o candidato republicano com o “maior número de votos” entre eleitores não-brancos, como latinos e negros, da história.

Ele acusou as pesquisas de tentarem mudar o rumo dos votos neste ano. Citou o exemplo da Flórida, Estado que as pesquisas indicaram que iria para o seu oponente, Joe Biden, mas que acabou ganhando “com uma grande diferença”.

Esta é a primeira fala pública do presidente desde a madrugada de quarta-feira, 4, no começo da apuração dos votos.

Estadão Conteúdo Voltar para a página inicial

Fonte: politicalivre.com.br/2020/11/trump-insiste-em-dizer-que-venceu-nos-votos-legais-e-que-democratas-tentam-roubar