Negócios com brasileiros estão na lista de suspeitos de ex-presidente do Benfica

O Ministério Público investiga , empresário e ex-presidente do Benfica, acusado na operação Cartão Vermelho, suspeito de receber dinheiro em negociações de 55 jogadores entre os anos de 2012 e 2020. As transferências do ex-Corinthians, Pedrinho, e do ex-Santos, Lucas Veríssimo, estão incluídas na lista.

Segundo o jornal “A Bola”, de Portugal, as transações geraram comissões de 10 milhões de euros. Em julho de 2020, o próprio empresário, seu filho, Thiago Vieira, e os empresários José António dos Santos e Bruno Macedo foram detidos, contudo já estão livres.

Luís Filipe Vieira foi indiciado pelos crimes de abuso de confiança, burla qualificada, falsificação de documentos, fraude fiscal, branqueamento de capitais e abuso de informação privilegiada.

No início, a operação suspeitou de apenas três negócios: do brasileiro César Martins, e os paraguaios Derlis González e Cláudio Correa.

Porém, ao longo das investigações, foram descobertos outros casos suspeitos. Confira a lista:

Adel Taarabt Anthony Carter Bernardo Martins César Jardel Lima Lindelof Loris Benito Markovic Mauro Goicoechea Nolito Pelé Ronaldo Camará Pedrinho Pedro Henrique Ghislain Mvom Raúl de Tomás Rogélio Funes Mori Siqueira Talista Weigl Witsel Yony González Felipe Pardo Daniel Wass Emerson Gabriel Jonas Ishmael Yartey Jonathan Ongenda Lisandro López Lucas Veríssimo Marçal Luis Filipe Mitroglou Mitrovic Morato Nuno Coelho Vlachodimos Pêpê Rakip Rodrigo Mora Samaris Seferovic Talisca Urreta Yannick Djaló Zivkovic Alexandre Silva (treinador adjunto) Cláudio Correa Dálcio Gomes Dérlis González Djuricic Fejsa Ferro

Fonte: www.gazetaesportiva.com/todas-as-noticias/negocios-com-brasileiros-estao-na-lista-de-suspeitos-de-ex-presidente-do-benfica