Número de famílias desabrigadas pelas enchentes no MA sobe para 695 | O Imparcial

De acordo com o Corpo de Bombeiros do Estado do Maranhão (CBMMA), o número de famílias desalojadas pelas enchentes no Maranhão subiu para 695. As cidades de Mirador, Grajaú, Barra do Corda, Jatobá, Paraibano e Formosa da Serra Negra decretaram estado de emergência.

Em Imperatriz, o nível das águas do rio Tocantins está estável em 9,38 metros. Na município, 231 famílias estão desabrigadas. As equipes do 3ª Batalhão de Bombeiros continua dando apoio às vítimas, transportando pessoas e distribuindo alimentos.

Em Mirador, o rio Itapecuru apresenta tendência de queda, com nível de água de 4,92 m. Três embarcações, oito viaturas e 40 bombeiros foram empregados na operação para ajudar os atingidos. Além de realocar as famílias em local seguro, foram distribuídas cestas básicas e remédios.

A cheia do Rio Itapecuru, provocadas pelas fortes chuvas que atingiram a região, inundaram várias áreas da cidade na última terça-feira (04), deixando 101 famílias desabrigadas, segundo o CBMMA. A área mais atingida pela enchente foi o centro da cidade, onde cerca de oito casas desabaram. A cidade de Mirador declarou estado de calamidade pública e emergência devido a inundações.

Nos municípios de Trizidela do Vale e Pedreiras, o Rio Mearim aprensentou um pequeno aumento no volume de água, chegando a 5,54 m, próximo ao nível de cheia. À medida que o rio avançava, 86 abrigos públicos estavam prontos para ocupação.

Fonte: oimparcial.com.br/noticias/2022/01/numero-de-familias-desabrigadas-pelas-enchentes-no-ma-sobe-para-695