Orlando: “crueldade com as famílias a PGR arquivar ações contra crimes de Bolsonaro na pandemia” – Hora do Povo

Deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara. Foto: Reprodução

O deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP) apontou que a Procuradoria-Geral da República (PGR) está “passando pano” para os crimes de Jair Bolsonaro e seu governo na condução do combate à pandemia ao engavetar as denúncias.

Para o parlamentar, o pedido de arquivamento das denúncias feitas pela CPI da Pandemia contra Jair Bolsonaro é “inacreditavel”.

“INACREDITÁVEL! A PGR pediu para que o STF arquive as ações contra Bolsonaro e seus auxiliares pelos crimes cometidos na pandemia”, observou o parlamentar.

“É uma crueldade com as famílias dos quase 700 mil mortos, um desrespeito ao Senado, uma vergonha de impunidade!”, criticou.

“PGR passa-pano para bandidos!”, completou Orlando Silva, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados.

INACREDITÁVEL! A PGR pediu para que o STF arquive as ações contra Bolsonaro e seus auxiliares pelos crimes cometidos na pandemia.É uma crueldade com as famílias dos quase 700 mil mortos, um desrespeito ao Senado, uma vergonha de impunidade!PGR passa-pano para bandidos!

— Orlando Silva (@orlandosilva)

Em seu relatório final, a CPI da Pandemia acusou Jair Bolsonaro de ter cometido nove crimes. Ele incentivou a população a se aglomerar, criticou o uso de máscaras, mentiu sobre a eficácia da cloroquina e recusou ofertas de vacina.

Depois de um ano de “apuração preliminar”, a subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, pediu o arquivamento do caso por não ter encontrado indícios de crimes.

Na visão de Lindôra Araújo, aliada do procurador-geral Augusto Aras, a morte de 677 mil pessoas pelo coronavírus é normal e não tem nada a ver com as ações de Bolsonaro.

Os senadores que participaram da CPI entraram com um pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para anular o engavetamento das investigações pela PGR.

Fonte: horadopovo.com.br/orlando-crueldade-com-as-familias-a-pgr-arquivar-acoes-contra-crimes-de-bolsonaro-na-pandemia