Covas vai paralisar planos de abertura das escolas em São Paulo

Foto: Divulgação Bruno Covas 19 de novembro de 2020 | 11:44 brasil

O prefeito Bruno Covas vai anunciar em coletiva na manhã desta quinta-feira que as escolas públicas e particulares não terão novas autorizações de funcionamento presencial. Segundo o Estadão apurou, haverá uma pausa nos planos de abertura na educação porque os dados da pandemia pararam de melhorar da cidade.

As escolas poderão continuar a dar aulas presenciais para o ensino médio, como está autorizado desde o dia 3. Para educação infantil e fundamental se manterá a exigência de apenas oferecer atividades extracurriculares. Continuam também autorizados apenas 20% dos alunos por dia nas escolas.

A avaliação na Prefeitura foi de que era importante não dar um passo a frente para não retroceder depois. Havia a expectativa de que os ensinos fundamental e infantil pudessem passar também a dar aulas presenciais. Segundo levantamento feito pelo Estadão nas escolas de elite, foram registrados 2 casos entre alunos ou entre professores em um mês de abertura.

Nesta semana, no entanto, um surto na escola americana Graded, revelado pelo Estadão, assustou pais e diretores. Seis alunos testaram positivo para covid e 17 professores estavam com sintomas depois de centenas de adolescentes participarem de festas em bairros nobres da capital.

A Prefeitura autorizou que as escolas voltassem a funcionar na capital em 7 de outubro. Na rede municipal, em dezembro, será feita a avaliação diagnóstica dos alunos do ensino fundamental para verificar a aprendizagem da crianças.

Estadão Voltar para a página inicial

Fonte: politicalivre.com.br/2020/11/covas-vai-paralisar-planos-de-abertura-das-escolas-em-sao-paulo