CPI ouve advogada dos médicos que denunciaram as ilegalidades da Prevent ASSISTA – Hora do Povo

Reunião da CPI da Pandemia. Foto: Edilson Rodrigues – Agência Senado

A CPI da Pandemia ouve nesta terça-feira (28), a partir das 10h, a advogada Bruna Morato, representante dos médicos que trabalharam na Prevent Senior e elaboraram um dossiê entregue à comissão com diversas denúncias sobre o tratamento da empresa aos pacientes com Covid-19, inclusive com a alteração de prontuários.

Na quarta-feira (22), a CPI ouviu o diretor-executivo da operadora Pedro Benedito Batista Jr, que ficou calado na maior parte do tempo diante das perguntas dos senadores. Ele só abriu a boca para acusar os médicos, desacreditá-los e lançar suspeitas sobre eles.

Disse, por exemplo, que foram eles que manipularam os prontuários dos pacientes por conta própria.

No depoimento de Benedito, os senadores denunciaram que relatos e mensagens apresentados pelos médicos que trabalharam na empresa de saúde indicam que a Prevent Senior alterava atestados de óbitos para ocultar a morte de pacientes por covid-19.

Eles também afirmaram que o dossiê apontava para indícios de que os médicos da rede seriam orientados a fraudar os prontuários, alterando a CID (Classificação Internacional de Doença) dos pacientes que deram entrada com Covid-19 e colocando no lugar qualquer outra doença.

Fonte: Agência Senado

Relacionada:

Fonte: horadopovo.com.br/cpi-ouve-advogada-dos-medicos-que-denunciaram-as-ilegalidades-da-prevent-assista