Cresce apoio à Simone Tebet no Senado contra candidato de Bolsonaro

Senadora Simone Tebet (MDB-MS), presidente da CCJ. Foto: Marcos Brandão – Agência Senado

Tucanos Tasso Jereissati, José Serra e Mara Gabrilli já declararam apoio ao bloco liderado pela senadora. PDT decide esta semana. MDB filia mais dois senadores, Vital do Rêgo (PB) e Rose de Freitas (ES)

A candidata à presidência do Senado, Simone Tebet (MDB-MS), indicada candidata oficial do partido para o cargo, recebeu na quarta-feira (13) os apoios da bancada do Cidadania, com três senadores, do Podemos, com nove senadores, além da declaração de voto dos senadores Tasso Jereissati, José Serra e Mara Gabrilli, todos do PSDB.

Simone Tebet, que preside a Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ), terá como principal adversário na eleição Rodrigo Pacheco (DEM-AP), candidato apoiado por Bolsonaro e pelo atual presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), cuja possibilidade de reeleição foi vetada pelo Supremo Tribunal Federal.

O senador preferido do Planalto conta com o apoio de integrantes do chamado “centrão” e do PT. O PDT deve se reunir ainda nesta semana para tratar da eleição no Senado.

O MDB possuía outros dois pré-candidatos, Fernando Bezerra Coelho (PE) e Eduardo Gomes (TO), líderes do governo no Senado e no Congresso, respectivamente. Os governistas, no entanto, deixaram a disputa após o presidente Jair Bolsonaro anunciar apoio a Rodrigo Pacheco em uma reunião no Palácio do Planalto, que ocorreu na sexta-feira (8).

Assim como está ocorrendo na Câmara dos Deputados, a disputa no Senado passa também a ser entre um candidato que defende a independência do Legislativo, no caso Simone Tebet, contra um candidato apoiado pelo Planalto e ligado, portanto, aos projetos de Bolsonaro.

A avaliação do grupo que apóia Simone Tebet é de que os apoios recebidos de Tasso Jereissati, José Serra e Mara Gabrilli poderão abrir caminho para a conquista de todos os sete votos tucanos na Casa.

A senadora se tornou candidata, entre outros motivos, porque vários senadores não gostaram da atitude de Bolsonaro de se meter na disputa em apoio a Pacheco.

Além disso, nos últimos dias, depois do anúncio da candidatura da presidente da CCJ, o MDB filiou mais dois senadores, Vital do Rêgo (PB) e Rose de Freitas (ES).

Fonte: horadopovo.com.br/cresce-apoio-a-simone-tebet-no-senado-contra-candidato-de-bolsonaro