Eleitor rejeita pai, irmão e cunhada e a bolsonarista Zambelli diz que é “fraude”

Carla Zambelli com seu pai, irmão e a cunhada. Foto: Reprodução – Facebook

A deputada federal bolsonarista Carla Zambelli (PSL-SP) tentou eleger seu pai, seu irmão e uma cunhada, em São Paulo e Mairiporã, mas não conseguiu eleger nenhum deles e tentou botar a culpa numa suposta “fraude”.

Em São Paulo, seu irmão, Bruno Zambelli (PRTB), fracassou ao se candidatar a vereador.

Seu pai, João Hélio Calçado, foi candidato a vice-prefeito de Mairiporã na chapa bolsonarista que reunia o Patriota, o PRTB, PSC e PTB. O candidato a prefeito era o Major Paulo.

Eles ficaram em terceiro lugar com apenas 9% dos votos. O candidato eleito foi Aladim, do PSDB, que fez 50% dos votos.

Sua cunhada, Tatiana Zambelli (PTB), se candidatou a vereadora na cidade, mas recebeu apenas 190 votos.

Carla Zambelli disse que o fracasso aconteceu porque sua chapa tinha menos dinheiro e sugeriu uma “possível fraude no TSE [Tribunal Superior Eleitoral] contra o tostão”.

“O que houve com os conservadores? Erramos, nos pulverizamos ou sofremos uma fraude monumental?”, publicou a deputada, quando comentou sobre o fracasso do bolsonarismo no Brasil.

Fonte: horadopovo.com.br/eleitor-rejeita-pai-irmao-e-cunhada-e-a-bolsonarista-zambelli-diz-que-e-fraude