Generais Chagas e Etchegoyen criticam Pazuello impune: “grave precedente”; “indefensável” – Hora do Povo

Generais Paulo Chagas e Sérgio Etchegoyen. Fotos: Reprodução

O general Paulo Chagas afirmou que a decisão de não punir Eduardo Pazuello “de qualquer forma, abre um precedente”.

Já o general Sérgio Etchegoyen, ex-gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, classificou a decisão como “indefensável”.

O general Paulo Chagas ainda ponderou que, mesmo que o comandante do Exército (general Paulo Sérgio) tivesse dúvida quanto à essência ou não de uma transgressão, deveria levar em conta a interpretação que outros poderiam dar dentro da Força e o precedente que isso pode abrir. “É o perigo de que outros queiram seguir esse caminho, achando que já que um general pode, todos vão poder”, avalia Chagas.

“Para preservar a instituição, nem que fosse uma advertência. Mas simplesmente não punir é grave como precedente e pode haver a partir daí outras repercussões, aí sim, gravíssimas”, alertou o general Paulo Chagas, em entrevista para o UOL.

Fonte: horadopovo.com.br/generais-chagas-e-etchegoyen-criticam-pazuello-impune-grave-precedente-indefensavel