Governo Bolsonaro cobra ação do Itamaraty depois de líderes receberem Lula

Lula está na Europa e vem se encontrando com líderes da Europa, irritando o governo Bolsonaro. O Palácio do Planalto fez forte cobrança ao Itamaraty, pedindo que sejam tomadas providências. Os bolsonaristas não estão satisfeitos com a boa relação do petista com chefes de estados.

Conforme apurou o DCM, o ex-presidente tem conversado com nomes importantes de países europeus. Lula tem dito que o Brasil ainda é uma grande potência e vai melhorar, caso ele vença as eleições de 2022. Isto tem animado governantes de nações da Europa, inclusive Macron, presidente da França.

O sucesso do petista chamou a atenção de bolsonaristas. O incomodo dos mais moderados é a posição do ex-chefe do poder executivo brasileiro em relação ao governo Bolsonaro. Lula tem deixado claro ao mundo o quanto a gestão atual é um completo desastre. E tem muita responsabilidade pelas mais de 600 mil mortes causadas pela Covid-19 no país.

Bolsonaro cobra ação do Itamaraty

O Itamaraty recebeu cobranças dos bolsonaristas. Na visão deles, é inadmissível que o futuro chanceler da Alemanha demonstra tanta simpatia a Lula. Também consideraram interferência de Macron ao sistema eleitoral brasileiro.

“Um chefe de estado não pode opinar sobre a eleição de outro país, né? Falaram isso do Bolsonaro com o Trump e agora estão fazendo igual”, disse um interlocutor do presidente.

O Itamaraty prometeu que tomará providências e demonstrará o descontentamento do governo com a ida de Lula para Europa.

Diário do Centro do Mundo