Monitoramento da rodovia Bandeirantes confirma fiasco da 'motociata' de Bolsonaro – Hora do Povo

Sistema de monitoramento está no Km 39 da rodovia (Foto: reprodução)

Segundo o sistema de monitoramento apenas 6.661 motos participaram do evento bolsonarista, número que representou um choque de realidade nos alucinados que espalharam que 1,3 milhões de motos participaram da aglomeração. Fiasco foi maior do que eles esperavam

O sistema de monitoramento da rodovia Bandeirantes constatou que a “motociata” de Bolsonaro, realizada no sábado (12), em São Paulo, reuniu 6.661 motos. Metade do número inicialmente divulgado pela Secretaria de Segurança Pública do estado, o que confirma o fiasco do ato, diante da expectativa de Bolsonaro de que no mínimo haveriam 300 mil motos em sua aglomeração.

Ato de encerramento no Ibirapuera

Esse número oficial é infinitamente menor também do que o delírio divulgado pelas milícias de Bolsonaro na redes sociais de que o ato teria reunido 1,3 milhão de motos e entrado para o Guinness World Records. Aliás, o Guineness foi o primeiro a desmenti-los. Depois foi a Secretaria de Segurança e as próprias imagens.

Mais um fracasso

O total das passagens de veículos —assim chamadas tecnicamente— foi registrado entre 11h08 e 12h31 de sábado, no pedágio de Campo Limpo, localizado no km 39 da rodovia. Este ponto fica no trajeto da motociata pela Bandeirantes, no sentido capital-interior — o ato foi iniciado às 10h em Santana, zona norte da cidade, e, depois de percorrer algumas vias da capital paulista, seguiu em direção à rodovia, tendo chegado ao pedágio pouco depois das 11h.

Considerando que cada moto transportava duas pessoas (e nem todas transportavam), isso significa que a manifestação bolsonarista contou, no máximo, com algo em torno de 12 mil pessoas. Talvez, por isso, a Secretaria de Segurança tenha falado neste número. Em se tratando de um ato com a presença do presidente da República na maior cidade do país, a conclusão é uma só: foi um grande fracasso!

Fonte: horadopovo.com.br/monitoramento-da-rodovia-bandeirantes-contou-6-661-motos-no-ato-de-bolsonaro