Pazuello diz a governadores não ter data de início da vacina e adia reunião

Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom – Agência Brasil

“A vacina vai começar no dia D, na hora H, no Brasil”, disse o ministro a jornalistas

O Ministério da Saúde pediu para adiar para a semana que vem, na terça-feira (19), a reunião com os governadores para definir a data para o início da vacinação contra o coronavírus. A reunião iria acontecer nesta terça (12).

Os governadores se organizaram para exigir do Ministério da Saúde que a vacinação começasse entre os dias 22 e 27 de janeiro, poucos dias depois que a CoronaVac fosse aprovada de forma emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, cancelou a agenda através de seus assessores. Segundo ele, não há possibilidade de marcar uma data sem uma previsão mais clara da aprovação pela Anvisa.

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), disse que a reunião só será útil se for capaz de marcar “aquilo que esperávamos: a data da vacinação. Dependemos dela para todo o cronograma do plano estratégico nacional de imunização”.

Jair Bolsonaro está pressionando o Ministério da Saúde para atrasar o máximo possível o início da vacinação. Ele já mandou publicamente cancelar um contrato de compra da CoronaVac, que foi desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac, farmacêutica chinesa. Mas, pelas pressões, recuou e o contrato só foi firmado na última semana.

A única informação sobre o início da vacinação que Pazuello confirmou foi de que ela deverá começar simultaneamente em todos os estados. “Todos os estados receberão simultaneamente as vacinas, no mesmo dia. A vacina vai começar no dia D, na hora H, no Brasil”, debochou o ministro.

Fonte: horadopovo.com.br/pazuello-diz-a-governadores-nao-ter-data-de-inicio-da-vacina-e-adia-reuniao