“Segurança Pública vira um caos se PEC 32 for aprovada”, diz líder dos policiais civis. Ele falará ao vivo na terça

Foto: Cobrapol

O governo Bolsonaro, assessorado pelo chicago-boy Paulo Guedes, está colocando em prática uma política de destruição do Estado Nacional brasileiro. Já há especialistas alertando para o risco de um verdadeiro apagão administrativo no país. Nem mesmo o Censo decenal, instrumento decisivo para o país, e que é obrigatório por lei, o governo acha importante fazer.

Além de destruir e vender as estatais, o governo impede que haja condições mínimas para que servidores púbicos exerçam adequadamente as suas funções. Nesta terça-feira, dia 4 de maio, às 11 horas, André Luiz Gutierrez, presidente da Confederação Brasileira dos Trabalhadores Policiais Civis (COBRAPOL), falará ao vivo ao repórter Carlos Alberto Pereira sobre as consequências dessa política para a Segurança Pública do Brasil.

Serão debatidas, nesta live, as consequências nefastas da PEC 32 (Reforma Administrativa proposta por Bolsonaro no Serviço Público) para a o país e para Segurança Pública. “A segurança pública vai entrar num caos, financiados até pelo crime organizado”, avalia Gutierrez.

Gutierrez atuou na linha de frente da Segurança Pública antes de se tornar um sindicalista. Já foi alvejado com um tiro na perna numa ação da Polícia Civil em Curitiba (PR), em 1986, e integrou um grupo que fez segurança de um Papa. Foi um agente de operações policiais. Hoje, preside a COBRAPOL. A live será na terça-feira, dia 4 de maio, às 11 horas. Assista em https://www.facebook.com/JornalHoraDoPovo/ Não perca!

Fonte: horadopovo.com.br/seguranca-publica-vira-um-caos-se-pec-32-for-aprovada-diz-lider-dos-policiais-civis-ele-falara-ao-vivo-na-terca