Sem vacina, Bolsonaro diz que foi impedido de assistir a jogo do Santos

Presidente se negou a se vacinar contra a Covid-19 e tem colocado em dúvida a eficácia dos imunizantes

Foto: Reprodução/Facebook

Em entrevista à imprensa na tarde deste domingo (10/10), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que foi impedido de ir ao jogo do Santos por não ter sido vacinado. Ele está passando o feriado prolongado em Guarujá (SP) e a partida entre Santos e Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro, acontece na região.

Até o momento, o presidente se negou a se vacinar contra a Covid-19 e tem colocado em dúvida a eficácia dos imunizantes.

“Por que cartão, passaporte da vacina? Queria ver jogo do Santos, disseram que tem que estar vacinado. Por que isso?”, questionou em tom de indignação. “Eu tenho mais anticorpos do que quem tomou a vacina”, completou.

Bolsonaro chegou ao estado de São Paulo na sexta-feira (8/10), tendo cumprido agenda oficial em Campinas. Em Guarujá, ele está acompanhado de alguns assessores e de dois dos cinco filhos: o vereador Carlos e a filha Laura. Ele não tem compromissos oficiais nos próximos dias.

No sábado (9/10), Bolsonaro visitou Peruíbe, localizada a 113 km de Guarujá. No passeio pela cidade, o presidente causou aglomerações e tirou fotos com apoiadores. Nas imagens compartilhadas pelas redes sociais, ele não aparece com o equipamento facial em nenhum momento.

A prefeitura da cidade o multou em R$ 500 por não utilizar máscara. Não é a primeira vez que o presidente é multado por descumprir normas sanitárias.

Questionado pela imprensa sobre as multas, o presidente respondeu: “Não dou bola pra isso, tá?”.

Metrópoles