“Temer lutou pelo o impeachment de todas as maneiras”, diz Cunha em livro

Ex-presidente da Câmara relata que o então vice-presidente chegou a negociar cargos do futuro governo antes mesmo do processo avançar no Congresso

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (MDB), relata em seu novo livro “Tchau, Querida – O Diário do Impeachment”, que será lançado próximo 17 de abril, que o então vice-presidente Michel Temer (MDB) atuou “de todas as maneiras” pelo golpe contra a ex-presidenta Dilma Rousseff (PT).

Segundo Cunha, Temer chegou a negociar cargos do futuro governo antes mesmo do processo de impeachment avançar na Câmara. Trechos do livro foram divulgados pela revista Veja, nesta sexta-feira (2).

“Temer não só desejava o impeachment como lutou por ele de todas as maneiras — ao contrário do que ele quer ver divulgado sobre o assunto”, escreve o ex-presidente da Câmara. “Jamais esse processo de impeachment teria sido aprovado sem que Temer negociasse cada espaço a ser dado a cada partido ou deputado que iria votar a favor da abertura dos trâmites”, completa.

O ex-presidente da Câmara conta ainda que Temer dava aval a praticamente todas as demandas de parlamantares na busca por votos pela queda de Dilma. Um dos exemplos citados foi a nomeação de Marcos Pereira, do Republicanos, para o Ministério da Indústria e Comércio Exterior.

Revista Fórum