‘Vetor replicante’ alegado pela Anvisa não convence senador, que quer apuração da CPI

Senador Otto Alencar (PSD-BA), integrante da CPI da Covid-19. Foto: Edilson Rodrigues – Agência Senado

O senador Otto Alencar (PSD-BA) afirmou que desconfia do motivo alegado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para vetar a importação da vacina russa Sputnik V e declarou que apresentará na CPI da Covid-19 um requerimento para que a CTNBio (Comissão Técnica Nacional de Biossegurança), órgão do Ministério da Ciência e Tecnologia, informe se a vacina Suptnik tem os chamados vetores replicantes.

A suposta presença desses vetores foi a base alegada pela Anvisa para não registrar o imunizante.

A CPI deverá votar nesta terça-feira (4) pedido de acesso à gravação de reuniões da Anvisa sobre vacinas. Senadores querem analisar os dados antes do depoimento do presidente da agência, Antonio Barra Torres, na quinta-feira (5).

O senador disse que houve uma “interferência muito grande” do governo Bolsonaro para atrapalhar a CPI da Pandemia e que as investigações seguirão “um ponto de vista técnico e científico”.

“Há uma interferência muito grande. Houve um movimento para tentar impedir que se nomeasse o relator, procuraram líderes de partido para mudar a composição, mas o que posso dizer é que a maioria dos membros da CPI estão focados em avaliar de um ponto de vista técnico e científico”, comentou Otto.

Os senadores aliados de Bolsonaro tentaram impedir, inclusive através da Justiça, que o senador Renan Calheiros (MDB-AL) assumisse a relatoria da Comissão Parlamentar de Inquérito, mas sem sucesso.

Otto Alencar garantiu que “ninguém vai levar pro lado pessoal, político ou ideológico”.

“Queremos saber o porquê de ter faltado oxigênio em Manaus, onde está o dinheiro do fundo de Saúde? Essa é a primeira CPI na história do Brasil que tem sido feita de forma paralela à crise. A crise está seguindo e a CPI acontecendo e o que queremos? Propor mudanças para o Ministério da Saúde para ter mais vacinas, mais insumos, mais leitos e medicamentos. Não há uma intenção de se fazer política, agora, quem estiver errado que pague pelo seu erro”, completou.

Fonte: horadopovo.com.br/vetor-replicante-alegado-pela-anvisa-nao-convence-senador-que-quer-apuracao-da-cpi