Maternidade Evangelina Rosa atende pacientes Covid com todos os cuidados necessários

A Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER), a maior do Estado e referência em alta complexidade, segue reforçando medidas preventivas contra casos de pacientes com Covid-19 que venham a chegar à instituição. A unidade de saúde foi o primeiro hospital público do Piauí a testar os servidores e pacientes.

Uma das primeiras medidas adotadas, ainda em março de 2020, foi criar uma ala específica com 20 leitos para mães com a doença. Além disso, também foi criada uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) materna com 10 leitos e mais outra nova ala para filhos de mães positivas ficarem em observação, mesmo sem terem sido contaminados durante o parto.

“Graças a essas medidas e à equipe com multiprofissionais capacitados, no último boletim epidemiológico a maternidade contabilizou 962 internações de pacientes positivas e 903 altas hospitalares. O índice de mortalidade por Covid é menor que 0,5%, uma taxa considerada exemplar”, destaca o médico Francisco Macêdo, diretor da MDER.

Macêdo ressalta que foi criada uma força-tarefa para dar uma melhor assistência aos pacientes e servidores. “A MDER, em parceria com o Laboratório Central de Saúde Pública Dr. Costa Alvarenga (LACEN), realiza os testes dos pacientes e servidores”, pontua.

O diretor da instituição ressalta ainda que está sempre buscando melhorias na estrutura da unidade de saúde, além de sempre buscar abastecer a farmácia de insumos e medicamentos. “É importante lembrar que a MDER não tem desabastecimento de medicamentos e insumos e está realizando 35 processos de licitação por pregão eletrônico, para que não venha a desabastecer no futuro. Sobre a estrutura, estamos sempre realizando manutenção no prédio e com o Governo do Estado do Piauí, junto a Secretaria de Estado da Saúde está sendo construído um novo Centro Materno Infantil para atender melhor a população piauiense”, conclui.