Rio começa a vacinar adolescentes em agosto contra a Covid – ViDA & Ação

Adolescentes a partir dos 17 anos serão imunizados contra a Covid-19 ainda em agosto. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (15) pelo prefeito, Eduardo Paes, e o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz. Também está sendo estudado o reforço na vacinação para idosos, com uma terceira dose, a partir de outubro.

As informações foram divulgadas durante transmissão pela internet, quando foram anunciados os novos calendários de vacinação. Com a previsão de aumento da entrega de doses pelo Ministério da Saúde em agosto, segundo a prefeitura, o município vai avançar na vacinação e até o dia 18 daquele mês toda a população adulta terá recebido pelo menos a primeira dose.

A partir de segunda-feira (19), serão vacinadas mulheres com 36 anos, com as idades diminuindo sucessivamente, até o dia 18 de agosto, quando estarão sendo vacinadas pessoas com 18 anos.

De acordo com nota divulgada pela prefeitura, os adolescentes de 17 a 12 anos começam a ser vacinados no dia 23 de agosto e vão até 10 de setembro, seguindo o mesmo escalonamento etário que vem sendo adotado nos calendários da cidade, dos mais velhos para os mais novos. Em novembro, a expectativa do município é que toda a população elegível para a vacinação tenha tomado também a segunda dose.

Com o avanço da vacinação, em outubro a prefeitura pretende possibilitar a oferta de dose de reforço para os mais idosos. Primeiro para aqueles de 80 anos ou mais. Em novembro para os que estão na faixa dos 70 anos e, em dezembro, para os de 60 para cima. Porém, segundo a assessoria da prefeitura, a possível aplicação da dose de reforço depende do que for recomendado pelos estudos científicos.

Teatro no Centro do Rio vira ponto de vacinação

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) inaugurou, nesta terça-feira (13/07), um ponto de vacinação (PV) no Teatro Municipal Carlos Gomes, na Praça Tiradentes, no Centro do Rio. Palco de apresentações memoráveis ao longo de décadas, dessa vez o teatro abre suas portas para o espetáculo mais esperado pelos cariocas atualmente: a vacinação contra Covid-19.

O PV funcionará de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e conta com o apoio da ONG Core. Nesta terça-feira, o público convocado são homens de 39 anos, e haverá repescagem para pessoas com deficiência permanente. O ator Fábio Enriquez foi uma das primeiras pessoas a serem vacinadas no espaço cultural.

– É muito simbólico estar me vacinando aqui, no Teatro Carlos Gomes, que é um templo, um lugar onde me apresentei tantas vezes com a minha companhia Barca dos Corações Partidos. É um símbolo de saúde e arte caminhando juntas. Só assim a gente vai dar um mundo melhor para as novas gerações que estão vindo – disse.

O ator se vacinou num espaço onde já atuou diversas vezes – Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

O ator lembrou que já se apresentou no Carlos Gomes com espetáculos como “Auê”, “Gonzagão, a Lenda” e “Ópera do Malandro”. Ele fez um apelo para que as pessoas completem a imunização.

– Tomem a segunda dose da vacina, por favor. É um privilégio estar sendo imunizado quando mais de 500 mil pessoas morreram no Brasil por conta dessa pandemia. Fica para nós a responsabilidade de fazer desse país e do mundo um lugar melhor para se viver.

Já o empresário Fabiano França disse que estava muito ansioso aguardando a chegada do dia para receber a primeira dose da vacina.

– É um passo importante na história, é a maior pandemia que a gente está vivendo. Nenhum de nós imaginava como seria e nem como poderia sair disso. Agora é não relaxar, manter a máscara, se possível, lavar as mãos e quem puder fique em casa – contou.

O novo PV vai funcionar de segunda a sexta, das 8h às 18h – Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

Além do PV no Teatro Carlos Gomes, a parceria entre a Prefeitura do Rio e a ONG Core (Esforço de Ajuda Organizado pela Comunidade, na sigla em inglês) já promoveu a abertura de outros quatro macropolos de vacinação pela cidade: Parque Olímpico, quadras da Mocidade e da Portela e o Centro Esportivo Miécimo da Silva. Fundada pelo ator americano Sean Penn, a ONG Core é uma iniciativa humanitária que atua em diferentes países e, na pandemia, tem ajudado na ampliação do acesso à vacinação.

Os investimentos da instituição no município do Rio para o enfrentamento da Covid-19, em apoio ao SUS, estão voltados para a montagem de postos de vacinação e testagem, e contratação de profissionais. Todos os equipamentos adquiridos por meio da iniciativa serão doados para a rede municipal de saúde após o término da parceria.

Da Agêncoa Brasil e Prefeitura do Rio

Fonte: www.vidaeacao.com.br/rio-comeca-a-vacinar-adolescentes-em-agosto