Secretária de Saúde já fala em terceira onda de Covid-19 em Fortaleza | Portal GCMAIS

SAÚDE Secretária de Saúde já fala em terceira onda de Covid-19 em Fortaleza Ana Estela Leite, secretária da Saúde, destacou que 1300 profissionais de saúde dos postos e hospitais se afastaram com síndromes gripais REDAÇÃO GCMAIS Postado em 12 de janeiro de 2022 Compartilhe: Foto: Reprodução

A secretária da Saúde de Fortaleza, Ana Estela Leite, afirmou, durante live com o prefeito José Sarto, que a Capital vive uma terceira onda de Covid-19. Ela pediu a colaboração dos fortalezenses para os cuidados sanitários necessários, como o uso de máscara, álcool em gel, e o respeito à proibição de aglomerações.

Ana Estela reforçou que a principal dificuldade no setor tem sido o afastamento de profissionais infectados. Em 10 dias, 1300 profissionais de saúde dos postos de saúde e hospitais se afastaram com síndromes gripais.

“Esta terceira onda da pandemia vem acompanhada de uma cocirculação de outros vírus, explodindo de atendimentos nas unidades, e nossa principal dificuldade de enfrentamento é o adoecimento dos profissionais. Do dia 1º ao dia 10 de janeiro, nos postos de saúde, 600 profissionais se afastaram. Na rede hospitalar, dos nove hospitais, foram 700 afastamentos, além da equipe administrativa. Por isso, pedimos a colaboração e compreensão da população”, disse a secretária.

Leia também |

Terceira onda de covid-19 em Fortaleza

Durante a mesma live, o prefeito de Fortaleza, José Sarto, anunciou o plano de ações para atendimento de pacientes com síndromes gripais em 2022.

Entre as ações de enfrentamento explanadas durante a apresentação, o prefeito José Sarto destacou a admissão de médicos do Programa Médico Família Fortaleza para compor a Rede Municipal de Saúde, o aumento de 323 leitos destinados ao atendimento das síndromes gripais, e o reforço na infraestrutura de atendimento das unidades básicas de saúde, com disponibilização de oxímetro – aparelho que mede a saturação do oxigênio – em todos os postos.

“Nós temos tido uma demanda muito grande nos postos de saúde e nas UPAs. Paralelamente, há uma diminuição dos profissionais de saúde, que adoecem também. Diante disso, estamos ampliando o número de leitos, aumentamos as equipes trabalhando nas UPAs, colocamos alguns postos de saúde para funcionar nos fins de semana, com horário de atendimento até 19h, e já contratamos 57 novos médicos”, enfatizou o prefeito, durante live nas redes sociais.

Fonte: gcmais.com.br/noticias/fortaleza/2022/01/12/secretaria-de-saude-ja-fala-em-terceira-onda-de-covid-19-em-fortaleza