Síndromes gripais: atendimentos nas UPAs do Ceará batem recorde e superam pico da 2ª onda de Covid-19 | Portal GCMAIS

SURTO NA CAPITAL Síndromes gripais: atendimentos nas UPAs do Ceará batem recorde e superam pico da 2ª onda de Covid-19 Atualmente, mais de 125 pessoas esperam leitos de enfermaria. REDAÇÃO GCMAIS Postado em 6 de janeiro de 2022 Compartilhe: A grande maioria dos pacientes tem relatado sintomas como dor de cabeça, tosse seca e febre. Foto: Reprodução

O número de casos de Covid-19 e síndromes gripais tem aumentado de maneira significativa no Ceará. Atualmente, mais de 125 pessoas esperam leitos de enfermaria e 40 esperam por UTI na Central de Regulação do Estado.

Ao buscarem atendimento para tratar síndromes gripais, os pacientes apresentam sintomas semelhantes: tosse, febre, dor de cabeça, cansaço. Tanta gente fez as UPAs de fortaleza terem recorde de atendimentos no em dezembro: quase 28 mil. O número ultrapassou, inclusive, o dos meses de fevereiro, março, abril e maio de 2020, período em que o estado enfrentou a segunda onda da pandemia de covid-19.

Leia também |

A explosão de casos de Influenza vem acompanhada de um aumento significativo nos casos de covid-19 em todo o Ceará, o que fez com que o governo do estado adotasse medidas para frear a contaminação. Entre elas, a suspensão das festas de carnaval e redução em dez vezes na capacidade de público em eventos sociais por 30 dias.

O número de leitos de enfermaria e uti também deve ser ampliado na rede pública de saúde. Pelo menos, 125 pessoas esperam leitos de enfermaria na central de regulação do Estado. Desses, 82 estão em unidades de pronto atendimento. Outros 40 pacientes aguardam leitos de UTI.

Leia também |

Acompanhe os detalhes na reportagem de Adson Lima exibida no Jornal da Cidade desta quinta-feira (6):

Fonte: gcmais.com.br/noticias/fortaleza/2022/01/06/sindromes-gripais-atendimentos-nas-upas-do-ceara-batem-recorde-e-superam-pico-da-2a-onda-de-covid-19