Teresina já registra 424 famílias desabrigadas após chuvas

Nesta sexta-feira (07), o secretário municipal de Defesa Civil, Carlos Ribeiro, afirmou que o número de famílias desabrigadas devido as enchentes aumentou para 424 em Teresina.

Conforme o secretário, o órgão constatou aumento no último boletim divulgado e deste número total de desabrigados, 380 estão em casas de familiares e amigos e os outros 44 estão abrigadas nas escolas da capital.

    “O total de famílias desabrigadas em Teresina já chega a 424, destas 380 estão abrigadas em casas de parentes, amigos e as outras 44 famílias estão nas escolas da capital. Cada vez mais nós estamos nos fortalecendo, as chuvas iniciaram agora, a promessa é de muita chuva, estamos nos organizando”, explica o secretário da Semdef.

    Carlos Ribeira ainda falou sobre a as famílias desabrigadas na zona norte da capital junto ao prefeito de Teresina e explicou que os recursos da prefeitura destinado as famílias desabrigadas podem aumentar com a parceria entre o estado.

    “Em relação a isso o Dr. Pessoa já esteve com o ministro da Casa Civil, recentemente, hoje o governador Estadual está aqui, ele já vem doando cestas de alimentos, embora em uma quantidade muito pequena, mas a tendência é que aumente, o governo Federal vai chegar também com suas ajudas, então somando com o esforço do município, nós vamos atender essas famílias com toda a certeza”, acrescenta.

    Questionado sobre o auxílio que provém do governo Federal para ajudar nessa situação, o gestor afirmou que esses recursos devem vir em até 30 dias para a capital.

    “Acredito que em torno de 30 dias, falaram em 7 dias, mas eu acredito em 30 dias devido a burocracia do nosso país. Os pontos críticos continuam o mesmo, o número de pessoas desabrigadas vem aumentando exatamente no Mafrense, na região da Vila Apolônia, na zona norte na verdade, nas outras regiões vai aumentando muito lentamente” destaca o secretário.

    O secretário também ressaltou que as equipes da Defesa Civil Municipal têm monitorado o funcionamento das bombas da Estação Elevatória no Boa Esperança que funcionam normalmente.

    “A gente vêm cobrando e se informando com a Dr. Ana Paula, com a Luana que é secretária executiva e a informação é que as bombas estão funcionando perfeitamente, então temos em torno de 10 bombas funcionando normalmente e elas vem ajudando bastante porque se não fossem essas bombas nossa situação estaria mais complicada ainda”, complementa.

    O gestor explicou ainda que com a previsão de chuvas no sul do estado, a Defesa Civil tem se programado e aumentado esforços nas suas equipes de atuação.

    “Nós estamos nos organizando com relação ao 25 BC, que está dispondo no momento 50 homens e 10 caminhões, esse número pode aumentar pra 100, 150, caminhões também podem aumentar. Bombeiros civis nós temos 50 na reserva que também pode nos atender, então nós estamos nos programando de forma que a situação possa se agravar, pedimos a Deus que não, mas é possível, porque está tendo muita chuva no sul do estado, informação quem me repassou foi o José Augusto da Defesa Civil do Estado, então nós estamos preocupados e estamos agindo”, diz Carlos Ribeiro.

    Por fim, o secretário municipal afirmou que as águas do Rio Parnaíba permanecem no mesmo nível, porém ela pode aumentar segundo o secretário estadual de Defesa Civil. José Augusto.

    “As águas do Rio Parnaíba continuam desde ontem liberando 2000 mil m²/s, não foi alterado, agora a informação que também me passou o Dr. José Augusto, que já está chegando na barragem em torno de 2,200 mil metros, se continuar aumentando esse número de água chegando na barragem, então logicamente terá que ser liberado mais água da barragem no sentido de Teresina, então nós estamos preocupados e estamos atentos”, conclui.

    Fonte: www.viagora.com.br/noticias/teresina-ja-registra-424-familias-desabrigadas-apos-chuvas-93445.html