Moradores retirados da Avenida Campo Maior assinam contrato de moradia no Parque Brasil

Quarenta e oito famílias cadastradas na Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH) assinam hoje (8) o contrato de entrega de suas moradias no Residencial Parque Brasil.

As residências contemplam as famílias que foram retiradas da Avenida Campo Maior, cujas casas eram coladas ao muro do aeroporto, e ainda famílias que estavam no cadastro geral da Secretaria.

São 33 apartamentos e 15 casas. O secretário da SEMDUH, Edmilson Ferreira, acionou as equipes de limpeza pública para capina e varrição das áreas comuns do residencial.

“Além disso, a Caixa está fazendo a reforma das residências que foram depredadas na ocupação irregular que ocorreu em agosto. Algumas casas estão sem portas, com janelas quebradas, sem fiação e com várias outras avarias. Estamos trabalhando para entregar todos os imóveis o mais rápido possível e em condições de uso”, destaca o gestor.

O Residencial Parque Brasil faz parte do Programa Lagoas do Norte e possui 1.022 residências.