STRANS fiscaliza o cumprimento da ordem de serviço do transporte público

Foto: Rômulo Piauilino / Semcom

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), por meio da Gerência de Planejamento de Transportes, realizou um balanço do cumprimento da ordem de serviço de 100 ônibus que foi emitida para o primeiro domingo (21) de realização de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), junto às empresas que compõem os consórcios que operam o sistema de transporte público na capital.

Para este primeiro domingo de aplicação de provas do Enem, a Strans determinou uma ordem de serviço para 100 ônibus, com a preocupação da equipe de planejamento no reforço da frota nas rotas de locais de provas que tiveram maior número de inscritos, como universidades e faculdades. O aumento da frota foi distribuído entre os quatro consórcios que operam o sistema, Consórcio Poty que atende a zona Norte, Consórcio Urbanus, que atende a zona Leste, Consórcio Teresina, que atende a zona Sudeste e a Empresa Transcol que atende a zona Sul.

O gerente de Planejamento de Transportes da Strans, Felipe Leal, explica que, de acordo com a ordem de serviço de 100 ônibus emitida pela Strans para o reforço na frota circular neste primeiro domingo de Enem, foram cumpridos mais de 90% da ordem de serviço. Um total de 93 carros circularam e foram as ruas nesse primeiro dia de Enem.

“Esse cumprimento se deu em maior parte no período da manhã. A Strans determinou que no período de 9h da manhã até às 13h, horário de maior pico nos horários de entrada dos estudantes para os locais de provas, tivesse uma maior frota, e no horário do retorno dos estudantes, das 17h às 19h. Então, foi cumprida nesse horário. No período da tarde, houve uma dissolução desses carros a partir das 14h, então, no período da tarde a gente teve uma dissolução maior e uma ordem de serviço de 66 carros, mais de 60% do cumprimento dessa ordem de serviço, então foi um pouco prejudicial esse período da tarde, porque não houve o cumprimento da ordem de serviço na sua integralidade”, destaca o gerente de Planejamento de Transporte da Strans, Felipe Leal.

Ainda segundo o gerente, a Strans está fazendo o relatório para verificar a operacionalidade deste primeiro dia de Enem e notificando esses consórcios por não cumprimento da ordem de serviço em sua integralidade.

Na operação do primeiro domingo do Enem, pode se dizer que foi dentro da normalidade, pois já se previa uma oferta maior que a demanda, onde tivemos em média 39 passageiros por veículos durante todo o dia.

A Strans buscou atender a demanda de deslocamento dos participantes do Enem determinando o cumprimento da ordem de serviço junto às empresas e fiscalizando a execução do serviço do transporte coletivo da capital.