Trabalhadores protestam pela perda de direitos e aumento da fome na orla de Maceió neste 1º de Maio – Alagoas 24 Horas: Líder em Notícias On-line de Alagoas

Ato é alusivo ao Dia do Trabalhador

Ato acontece na orla de Pajuçara na manhã deste domingo, 1ºCentenas de pessoas se reuniram na manhã deste domingo, 1º de Maio, quando se celebra o dia do trabalhador para protestar, entre outras coisas, pela perda de direitos trabalhistas e aumento de fome no país. Eles se concentraram nas imediações do clube do CRB  e seguem em caminhada até o Sete Coqueiros, na orla de Pajuçara.

Esta é a primeira vez, depois da pandemia, que manifestações pela data acontecem presencialmente. A mobilização foi organizada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Alagoas e teve como tema “Por uma país sem fome e sem miséria”.

Jorge Farias / AL24H

Jorge Farias / AL24H

Em entrevista ao Alagoas24Horas, a presidente da CUT-AL, Rilda Alves, explicou que o número de pessoas reunidas hoje ultrapassou a expectativa da organização, já que o período de pandemia não foi totalmente superado. Segundo ela, isso representa a insatisfação da classe trabalhadora.

“A quantidade de pessoas que conseguimos reunir aqui hoje, mesmo sem pandemia ter terminado totalmente, só demonstra a necessidade que a classe trabalhadora enxerga ser necessária para a conjuntura política atual, que tem nos penalizado com a perda de direitos, aumento de desemprego, alta de valores nos bens de consumo mais básicos entre tantas outras coisas”, disse.

Jorge Farias / AL24H

imagem02-05-2022-12-05-26
imagem02-05-2022-12-05-26

Jorge Farias / AL24H

A presidente pontuou ainda que o movimento conseguiu reunir trabalhadores de diversos segmentos, como saúde, educação, tanto do funcionalismo público, como do setor privado.

“Isso nos possibilita dialogar com a sociedade, com aquele que mesmo não inserido nos movimentos sociais ou sindicais, tem sentido na pele a dificuldade de colocar comida dentro de casa. Isso é consequência dos constantes ataques que o congresso e o governo federal tem feito a nós trabalhadores”, explicou.

Após a finalização do trajeto, mais que curto que o habitual, haverá falas das Centrais sindicais e frentes trabalhistas e atrações culturais.

Crédito: Jorge Farias / AL24H Crédito: Jorge Farias / AL24H Crédito: Jorge Farias / AL24H Ato pelo Dia dos Trabalhadores aconteceu na orla de Maceió Crédito: Jorge Farias / AL24H

Protestos a favor do Governo Federal

Já na Orla da Praia da Ponta Verde, manifestantes apoiadores do governo Bolsonaro se concentraram na Praça Vera Arruda. Entre as pautas defendidas, a liberdade de expressão, críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF) e manisfestação de apoio ao deputado Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado recentemente por ataques a Corte e incentivo a atos antidemocráticos.

Entre as frases exibidas em faixas e cartazes estão: “ Liberdade acima de tudo!”, “Pela liberdade, pelo Brasil.

A caminhada teve como ponto de chegada a Avenida Álvaro Otacílio, na Jatiúca.

Reprodução / Instagram Flávio Moreno

imagem02-05-2022-12-05-28
imagem02-05-2022-12-05-28

Ato em apoio ao presidente Bolsonaro em Maceió

Fonte: www.alagoas24horas.com.br/1434701/trabalhadores-protestam-pela-perda-de-direitos-e-aumento-da-fome-na-orla-de-maceio-neste-1o-de-maio