Volks dá férias coletivas a 2,5 mil no ABC: “Falta política industrial”, diz sindicato – Hora do Povo

Foto: Divulgação

A Volkswagen de São Bernardo do Campos (SP) concedeu férias coletivas a 2,5 mil funcionários da unidade por 20 dias, a partir do próximo dia 9.

Segundo informação do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, o motivo da paralisação da produção é a falta de componentes.

“Não foi diferente ao que está acontecendo em outras fábricas do país. Tem demanda de produção, porém com a escassez de peças a fábrica não consegue atender o consumidor final. Estamos na expectativa da retomada o mais breve possível”, disse José Roberto Nogueira da Silva, o Bigodinho, coordenador-geral da representação na Volks.

Segundo ele, não apenas a falta de semicondutores, mas também de outros componentes e peças começaram a afetar a produção na montadora.

Reféns da importação, a dificuldade de reposição de componentes e peças vem afetando toda a produção de veículos no Brasil. No início de abril, a Mercedes-Benz também colocou 5,6 mil funcionários de São Bernardo do Campo e de Juiz de Fora em férias coletivas, pelo mesmo motivo. A paralisação ocorreu entre 18 de abril e terminou hoje.

Para o diretor Administrativo do Sindicato, Wellington Messias Damasceno, “a falta de uma política industrial e de pesquisa no país é a responsável pela escassez de componentes e peças”, além da “crise global” no setor, alegada pela montadora.

José Roberto destacou que o sindicato está acompanhando a situação e que o acordo firmado entre o Sindicato e a direção da fábrica garante previsibilidade em situações de crise.

Fonte: horadopovo.com.br/volks-da-ferias-coletivas-a-25-mil-no-abc-falta-politica-industrial-diz-sindicato